BUSCA RÁPIDA!
Apoie a indústria nacional. Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

TIPOS DE MANUTENÇÃO: CONHEÇA OS PRINCIPAIS, E SAIBA PORQUE FAZER

Boa parte dos proprietários, não faz nenhum dos tipos de manutenção no veículo, levando às consequências negativas que vão da redução da vida útil do carro, até a desvalorização do bem no momento de revendê-lo.

Mas, talvez, um dos resultados mais indesejáveis de não fazer manutenções frequentes, seja o risco de ficar na mão, a qualquer momento, com o carro parado devido a um pequeno problema que se agravou por falta de cuidado.

Uma correia dentada com desgaste, ao rebentar, pode danificar seriamente o motor, gerando um custo bem maior do que a sua simples troca custaria, por exemplo.

Então, para evitar transtornos desse tipo, preparamos este artigo com os tipos de manutenção que você deve fazer no seu veículo ao longo do tempo.

Acompanhe:
Quais são os principais tipos de manutenção?
Os benefícios de manter as manutenções do seu carro em dia.
Qual a importância da manutenção para o sistema de suspensão?
Saiba como fazer a manutenção dos seus amortecedores.

 

tipos de manutenção

 

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS TIPOS DE MANUTENÇÃO?

Selecionamos 4 tipos de manutenção que você pode adotar para garantir a longevidade do seu veículo.

1- MANUTENÇÃO PREVENTIVA

A manutenção preventiva, como o próprio nome diz, tem o objetivo evitar um possível problema futuro.

Ela utiliza um planejamento prévio, que toma como base a Curva de Tempo Médio para Falha dos componentes do veículo.

Se você pratica off-road, a manutenção preventiva é o tipo ideal a ser adotado, pois, possibilita antecipar problemas maiores causados pela alta exigência do veículo nas trilhas.

Normalmente, o tipo de manutenção preventiva é muito utilizado em empresas com grandes frotas e que precisam se precaver, evitando afetar a produtividade.

Exemplos dessa manutenção são a troca de óleo do motor, calibração dos pneus e inspeção de equipamentos de segurança.

2- MANUTENÇÃO CORRETIVA

O tipo de manutenção corretiva é uma focada numa parte específica do automóvel, quando esta quebra ou apresenta falha de funcionamento que impede o carro rodar normalmente.

Nesse caso, a peça deve ser trocada ou consertada.

3- MANUTENÇÃO PREDITIVA

Mais ampla, a manutenção preditiva abrange a verificação tanto da parte mecânica, quanto de desempenho do veículo.

Neste tipo de manutenção, são utilizados instrumentos específicos, como câmera termográfica, ultrassom, inspeções visuais, entre outros.

O objetivo é identificar problemas antes que eles apareçam, portanto, em casos de grandes frotas de veículos, ela evita que os eles fiquem parados por muito tempo.

4- MANUTENÇÃO DETECTIVA

A manutenção detectiva é realizada para testar o uso a longo prazo do automóvel, buscando encontrar possíveis problemas ocultos que podem causar avarias futuramente.

Nesse processo, os itens são testados em funcionamento, para que possíveis falhas sejam detectadas.

Com esse tipo de manutenção, é possível obter o aumento de vida útil dos equipamentos e diminuição dos custos de reparo.

OS BENEFÍCIOS DE MANTER AS MANUTENÇÕES DO SEU CARRO EM DIA

Rodar com segurança resume, com certeza, todos os benefícios que manter a manutenção do seu carro em dia proporciona.

O conhecimento do estado geral do veículo faz com que você esteja consciente dos seus limites e da condição de partes fundamentais do carro.

Veja alguns exemplos de manutenção que necessitam ser observadas, constantemente, independente do modelo de veículo:

FREIOS

Os freios são uma das peças mais importantes para a segurança do motorista.

Por isso, é fundamental a sua manutenção, verificando o estado geral dos discos, pastilhas e fluido do freio.

Pastilhas gastas, por exemplo, danificam o disco provocando desgaste, riscos e prejudicando o tempo de frenagem.

PNEUS

O pneu contribui para a estabilidade do veículo, garantindo aderência ao solo, e o desgaste deste item pode afetar, inclusive, o funcionamento dos freios, aumentando o risco de acidentes.

Com a manutenção, o motorista consegue verificar questões importantes, como o alinhamento, balanceamento e calibragem, fundamentais para uma boa dirigibilidade do carro.

TROCA DE ÓLEO

A verificação frequente da qualidade e quantidade do óleo é um ótimo hábito do motorista.

Como você sabe, o óleo é o responsável pela lubrificação de vários componentes que compõem o motor do carro, reduzindo o atrito entre as partes, e assegurando o bom funcionamento do conjunto.

É importante saber que tanto o óleo lubrificante quanto o filtro de óleo necessitam ser trocados conforme o período e as especificações do fabricante.

QUAL A IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO PARA O SISTEMA DE SUSPENSÃO?

O sistema de suspensão é um conjunto de peças com funcionamento interligado, sendo assim, a deficiência de um componente afeta a funcionalidade de outro.

E o pior, pode afetar a vida útil também.

Em um veículo que roda na cidade, por exemplo, capacidade de executar manobras rápidas, desvios ou curvas, e até mesmo o tempo que o carro leva para frear está diretamente relacionado com o bom funcionamento do sistema de suspensão.

Já nos veículos off-road, o sistema de suspensão precisa de atenção especial, e a manutenção preventiva é fundamental para evitar desgastes e custos maiores de reparo.

Fique atento ao desgaste dos amortecedores, pois a sua eficiência, durante o funcionamento, garante a vida útil de uma série de componentes da suspensão.

COMO FAZER A MANUTENÇÃO DOS SEUS AMORTECEDORES

O amortecedor é um dos componentes mais importantes do sistema de suspensão.

Sua função é absorver os impactos das irregularidades do terreno e controlar o esforço das molas, garantindo a estabilidade e o conforto do veículo.

Em média, a vida útil do amortecedor convencional, como os que vêm de fábrica, é de 60 mil quilômetros, em condições normais de uso.

No entanto, durante este período, o amortecedor pode apresentar vazamento e perder eficiência, comprometendo o funcionamento do sistema de suspensão, prejudicando o alinhamento do carro, e provocando desgaste irregular dos pneus, por exemplo.

Neste caso, quando se tratar de amortecedores convencionais, a opção é o descarte da peça e a substituição, o que normalmente, ocorre aos pares.

Se estiver no momento de substituição dos amortecedores do seu carro, conheça a Tecnologia Monotubo OffShox, e aproveite a troca para fazer um ‘upgrade’ de performance na suspensão.

Saiba que amortecedores monotubo, como os OffShox, são reparáveis, permitindo a revisão dos componentes com desgaste, a troca do óleo e a recalibragem com a carga de nitrogênio adequada.

Com a devida manutenção preventiva, o amortecedor OffShox dura anos, voltando de cada revisão como novo.

 

Quer saber mais sobre a revisão dos amortecedores OffShox, clique aqui.

 

CONCLUSÃO

Independente do tipo de manutenção, ela pode ser encarada como um investimento que protege um patrimônio que é o seu veículo.

E se isso vale para carros essencialmente urbanos, imagine para veículos off-road, em que a exigência de performance frente aos desafios é muito mais rígida.

Afinal, ninguém merece ficar na mão numa trilha, em um lugar distante de difícil acesso, não é mesmo?

 

Saiba mais sobre revisão antes e após fazer trilhas off-road.

Encontre o amortecedor OffShox para o seu carro.

 

 

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ ENCONTROU O AMORTECEDOR PARA SEU CARRO?