BUSCA RÁPIDA!
Apoie a indústria nacional. Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

SISTEMA DE SUSPENSÃO: COMO FUNCIONA E QUAIS OS SEUS COMPONENTES?

Se você é usuário de um veículo, entender sobre o sistema de suspensão pode ser bastante útil para identificar se ele está funcionando como deve.

Considerando a importância da suspensão, para o carro rodar com toda a segurança, preparamos este artigo para você ter uma noção básica dos seguintes tópicos:

  • O que é o sistema de suspensão de um veículo?
  • Como funciona o sistema de suspensão?
  • Principais peças do sistema de suspensão.
  • A importância da manutenção para evitar problemas no sistema de suspensão.

Dê uma conferida! Informação sempre é bom para rodar com a tranquilidade.

sistema de suspensão

O QUE É O SISTEMA DE SUSPENSÃO DE UM VEÍCULO?

O sistema de suspensão é o conjunto de componentes responsáveis pela estabilidade e o conforto, atuando em tempo integral durante a rodagem do veículo.

Este conjunto liga o chassi com as rodas, mantendo-as em contato direto com o solo, e é responsável pela absorção dos impactos sofridos, garantindo o conforto dos ocupantes do veículo e a estabilidade nas curvas e manobras.

Podemos dizer então, que o sistema de suspensão tem papel fundamental na segurança do veículo, exercendo as funções de:

  • Garantir a estabilidade em manobras e frenagens;
  • Promover o conforto dos passageiros;
  • Suportar o peso da carroceria do veículo;
  • Absorver os impactos sofridos pela roda.

COMO FUNCIONA O SISTEMA DE SUSPENSÃO?

 Acompanhe agora, como o sistema de suspensão atua na prática, com o veículo rodando.

EM CURVAS OU MANOBRAS

A mola irá exercer uma força contra a carroceria, fazendo com que ela não incline demais, o que impedirá que o carro derrape ou saia pela tangente em consequência do peso excessivo em somente um dos lados.

Neste caso, a barra estabilizadora também entra em ação, ela liga as duas colunas da suspensão e vai transmitir a força igualmente para os dois lados.

ABSORVENDO IMPACTOS

Quando o veículo cruzar por um buraco, por exemplo, a mola vai esticar e comprimir, enquanto o amortecedor atuará no controle da oscilação da mola durante o seu movimento.

Logo, molas e amortecedores, com a ajuda dos pneus, minimizam o impacto, dissipando a perturbação gerada pelo obstáculo.

DURANTE A FRENAGEM

O sistema de suspensão equilibra a força por toda a carroceria, evitando o efeito gangorra, com a frente do carro baixando, e aumentando o tempo de frenagem.

peças do sistema de suspensão

PRINCIPAIS PEÇAS DO SISTEMA DE SUSPENSÃO

Existem vários tipos de suspensões, no entanto, várias peças que compõem o sistema de suspensão, são comuns entre eles.

As peças podem variar na forma de aplicação e quantidade conforme o projeto, mas os itens indispensáveis na suspensão do carro são:

PNEU

Podemos considerar o pneu como componente do sistema de suspensão, na medida que é o contato dele com o solo que resulta na estabilidade do veículo.

O pneu é feito principalmente de borracha, por isso, também ajuda o amortecedor e a mola a absorverem os impactos do solo.

AMORTECEDOR

Ao atuar em conjunto na absorção de impactos, o amortecedor também controla o movimento da mola, diminuindo o tempo de oscilação.

Sem o amortecedor, o carro ficaria oscilando durante o deslocamento.

Portanto, manter as boas condições do amortecedor é fundamental para a segurança do veículo. Fique atento aos sinais de desgaste do amortecedor.

MOLA

Em geral, existem dois tipos de mola no sistema de suspensão: feixe de mola, frequentemente usado na traseira de picapes e outros utilitários, e a helicoidal presente na dianteira da maioria dos veículos.

Feita de aço e muito flexível, a sua função também é absorver as irregularidades do solo e proporcionar conforto.

Além disso, a mola sustenta o peso do veículo e mantém a carroceria distante das rodas, evitando que os pneus raspem na caixa de roda.

BRAÇOS OSCILANTES

O braço oscilante, também chamado bandeja da suspensão, é responsável por ligar a coluna (onde se encontram o amortecedor, a mola e outras peças) ao chassi do veículo.

Ele é o ponto de apoio inferior para a suspensão executar seu movimento oscilatório de subida e descida.

BUCHAS DE BORRACHA

As buchas impedem o atrito direto, metal com metal, entre os componentes.

Além disso, elas permitem que o braço oscilante realize seu movimento sem gerar ruído.

Como é um componente de borracha, é comum o seu desgaste, principalmente em contato com óleo derivado de eventuais vazamentos.

PIVÔS

O pivô, que também é conhecido pelo nome de junta esférica, é responsável por fazer com que a coluna da suspensão gire em seu próprio eixo, permitindo que a caixa de direção empurre as rodas e execute as manobras de direção.

O defeito mais comum do pivô é a folga, que pode ser identificada no alinhamento.

Nesse caso, é preciso realizar a substituição, pois um pivô com folga não deixa o carro segurar o alinhamento por muito tempo.

COXINS

O coxim do amortecedor é uma peça de metal revestida por uma borracha.

Com a função de fixar o amortecedor no monobloco, é ele que recebe os impactos do amortecedor.

Além disso, permite que a coluna do sistema de suspensão rotacione com o movimento do volante.

Com o tempo, a borracha que reveste o coxim passa por desgastes e pode produzir barulhos ao passar em buracos.

BARRA ESTABILIZADORA

A barra estabilizadora liga as duas colunas de suspensão, permitindo maior estabilidade ao carro, além de transferir igualmente a força entre as rodas.

No sistema de suspensão, a barra estabilizadora é fixa na carroceria com o auxílio de buchas e nas colunas através de bieletas.

Leia também aqui no “blog”: conheça os principais tipos de suspensão

SISTEMA DE SUSPENSÃO: A IMPORTÂNCIA DA MANUTENÇÃO PARA EVITAR PROBLEMAS

O perfeito funcionamento é fundamental, sendo assim, fique atento aos sinais que podem indicar algum problema que necessite uma revisão mais detalhada.

Para facilitar a identificação, enumeramos alguns indícios:

Dificuldade do veículo obedecer aos comandos do volante

Alguns pequenos desgastes só são percebidos quando se tenta alinhar o veículo, mas pode acontecer também o descontrole quando você está conduzindo o carro — ele pode não obedecer aos comandos do volante, além de trepidar muito quando passa em uma lombada.

Sinais de desgaste irregular ou precoce dos pneus

Se o sistema de suspensão está desgastado, com amortecedores estourados ou pivôs com folga, o pneu do carro sofre, pois, o amortecedor não consegue deixar as rodas sempre em contato com o chão ou o pivô com folga desfaz o alinhamento.

Marcas de óleo no chão

Vazamentos nos amortecedores podem se confundir com outros vazamentos. Mas, se essas manchas aparecem com sinais de alteração na suspensão, a possibilidade do problema ser no amortecedor é maior, valendo levar em uma oficina e pedir uma avaliação.

Ruídos ou pancadas secas na carroceria

Os ruídos também podem acusar danos na suspensão. Se você escutar rangidos ou pancadas secas na carroceria do carro quando estiver trafegando por ruas esburacadas ou de paralelepípedo, procure um mecânico. Sua suspensão pode estar precisando de reparos.

Perda de estabilidade em curvas e arrancadas

Por fim, fique de olho também em movimentos excessivos da carroceria ao passar em lombadas e no aumento da distância de frenagem. Esses são sinais de uma suspensão ruim.

CONCLUSÃO

Como vimos, o sistema de suspensão é muito importante para a estabilidade, conforto e segurança do veículo, e você ficar atento à sua condição de funcionamento é vital.

Se você estiver no momento de substituição dos amortecedores do seu carro, conheça mais sobre a tecnologia monotubo.

Os amortecedores monotubo OffShox garantem ganho de performance para a suspensão em relação aos convencionais que vêm de fábrica.

 

Encontre agora o amortecedor OffShox para o seu carro. 

 

 

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

6 respostas

  1. Gostaria de saber qual o amortecedor OffShox ideal para minha Hilux CD SRV 2003? E se, juntamente com o Jumelo poderá melhorar o desempenho do carro em relação à dureza? Obrigado.

    1. Olá, Sergio!
      Se o seu caso é, simplesmente, substituir os amortecedores originais vencidos por novos, neste link você encontra o OffShox ideal: https://offlimits.com.br/produto/amortecedor-hilux-cd-offshox-fx5/.
      E sim, o jumelo vai melhorar o conforto da sua picape, consideravelmente, em baixas velocidades de compressão do feixe de mola.
      No entanto, se você utiliza sua Hilux com peso extra ou em condições muito adversas, pode necessitar de uma especificação diferenciada para obter melhor conforto.
      Neste caso, pode entrar em contato com nosso suporte pelo (48) 99119-0301, que te ajudamos na escolha.
      Obrigado pelo contato!

  2. Olá.

    Tenho um Jeep Cherokee Sport 3.7L 2008/2008, conhecida como Cherokee KK.
    Coloquei pneus 265/70 R16 de uso misto e, às vezes encosta nos paralamas internos, conforme a manobra, ou quando está com carga total.
    Há algum sistema que possa elevar a suspensão, sem comprometer a estabilidade e, os sensores de estabilidade?

    1. Olá, Lisandro! Sua questão é muito pertinente. Ao se elevar a suspensão, se altera o centro de gravidade e isto pode ter implicações na estabilidade e sensação de conforto do veículo. Mas, vamos ficar te devendo uma resposta definitiva, pois não fabricamos kit de elevação para e seu modelo de Cherokee.
      Aqui na OffShox, consideramos cada modelo um caso específico, e testamos cada kit lift antes de comercializar, para entender como afeta o conjunto da suspensão.
      Temos kits de elevação prontos de 1” e de 2”, já com os amortecedores dimensionados corretamente pela engenharia, justamente, para respeitar as especificações dos demais componentes e compensar os efeitos da elevação. Quem sabe no futuro, em outro modelo de veículo, poderemos estar te atendendo. Obrigado!

  3. sou proprietário de um JEEP CHEROKEE SPORT 2000 e, invariavelmente, ocorre batidas “secas” ao transpor buracos/desniveis e ainda, “galeios” (sai de lado) ao transitar em costelas e mudança de direção. Tais ocorrências causam, respectivamente um grande desconforto e insegurança. A offshox oferece alguma opção que possa corrigir ou minimizar as ocorrência mencionadas.

    1. Olá, Kleber!
      Obrigado pelo seu contato aqui no blog da OffShox.
      No caso do seu Cherokee estar com a suspensão na altura original e amortecedores tamanho original, a causa das batidas pode ser desgaste dos amortecedores que estão com a vida útil vencida, ou até mesmo batentes. Mas caso a suspensão tenha sido levantada com calços, por exemplo, e foi mantido os amortecedores no tamanho original, muito provavelmente, as batidas secas que você se refere ocorrem devido ao final de curso dos amortecedores. Eles não estão dimensionados corretamente para o curso maior da suspensão alterada. E o comportamento instável deve estar relacionado com este desajuste entre os componentes da suspensão.
      A OffShox fabrica os amortecedores para o modelo do seu Cherokee sob medida, maiores, do tamanho que for necessário.
      Entre contato pelo Whatsapp (48) 99119-0301, que um técnico poderá orientar como resolver os problemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

VOCÊ ENCONTROU O AMORTECEDOR PARA SEU CARRO?