BUSCA RÁPIDA!
Apoie a indústria nacional. Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

Prestigie a qualidade do produto brasileiro.

FUNÇÃO DO AMORTECEDOR: ENTENDA COMO FUNCIONA E PARA QUE SERVE

Quando o assunto é segurança e conforto, diversos equipamentos dos veículos trabalham em conjunto. Quanto ao sistema de  suspensão, o amortecedor se torna uma peça fundamental para seu funcionamento adequado.

Agora, assim como diversas outras peças, esse equipamento também apresenta desgaste, especialmente quando falamos em carros off-road. 

Garantir a manutenção periódica é fundamental para não correr riscos e deixar o veículo mais confortável e com uma boa funcionalidade.

Quer saber mais sobre a função do amortecedor, bem como suas atividades nos veículos? Acompanhe este artigo e entenda tudo sobre o funcionamento do amortecedor no dia a dia.

Função do Amortecedor: afinal, o que é um amortecedor?

O amortecedor é uma peça que compõe o sistema de suspensão, sendo responsável pela diminuição de impactos do veículo.

Na prática, é um dispositivo metálico que contém algumas válvulas e óleo, permitindo sua movimentação no carro. 

Seu posicionamento é entre o chassi e as rodas do veículo, e ele atua em conjunto com as molas da suspensão. 

Existem ainda tipos de amortecedores, sendo os tradicionais, que fazem uso de oxigênio e fluído hidráulico, e os pressurizados, que usam de nitrogênio injetado sob pressão.

Para que serve o amortecedor?

Como o próprio nome indica, o amortecedor tem o papel de absorver o impacto que poderia ser gerado pelas molas da suspensão. Dessa maneira, suas funções são:

Manter o contato do pneu com o solo

Assim como todo o sistema de suspensão, o amortecedor trabalha para que o carro mantenha uma área de alta de contato com o solo. 

Assim, permite que o motorista mantenha um bom controle sobre o veículo, e impede que ele sofra incidentes como acabar ficando em apenas duas rodas.

Isso porque você já deve ter notado que, mesmo em curvas mais fechadas, o carro dificilmente perde o contato com a superfície do chão. 

Até mesmo ao passar por buracos, pedras ou subidas, um automóvel com as suspensões em dia não perde a firmeza ao solo. 

Tudo isso, porque o amortecedor garante a permanência e ágil volta do veículo ao chão, mesmo ao passar por obstáculos como pedras ou lombadas.

Controle da abertura e fechamentos das molas

As molas das suspensões podem ser comprimidas quando o carro passa por superfícies mais altas, como pedras. 

Quando elas voltam ao seu estado original, o amortecedor impede que elas mantenham aquele efeito vai-e-vem. 

Dessa maneira, elas podem retornar lentamente à sua posição inicial sem precisar gastar toda a energia potencial acumulada na compressão.

Estabilidade e segurança do veículo

O resultado do processo que mencionamos confere ao veículo muito mais estabilidade e conforto. Pense que, ao invés de ficar “quicando” por efeito das molas após uma irregularidade do terreno, ele simplesmente se mantém parado.

Na prática, isso traz segurança ao motorista, que não precisa lidar com a dispersão dos impactos sofridos pelas molas.

E, como funciona o amortecedor?

Abaixo, listamos cada um dos componentes do amortecedor para que você compreenda seu funcionamento em conjunto:

  • Suportes — fixam o amortecedor em sua devida posição, tanto na parte superior quanto inferior;
  • Pistão — ele possui o papel de exercer pressão e absorver a energia potencial das molas. Dessa maneira, desloca-se verticalmente a partir do fluido e dos pequenos orifícios para a circulação deste. 
  • Cilindro de reserva — armazena o excesso de fluído fora do pistão;
  • Válvula — responsável por controlar a pressão e o fluxo de fluido entre o tubo pressurizado e o cilindro de reserva. 

Assim, sempre que há impactos, as molas da suspensão os absorvem e o amortecedor igualmente absorve a energia das molas.

O resultado é um movimento mais suave, que faz com que o veículo não saia do chão ou tenha o efeito mola nos trajetos.

Confira também: Tipos de suspensão: conheça os principais modelos

Como identificar problemas com o amortecedor?

Mas, afinal, sendo a função do amortecedor tão essencial para a segurança do veículo, como saber o momento de ajustá-lo? Isso porque, sem o funcionamento adequado, é possível que a segurança do motorista seja comprometida.

É comum que, com o desgaste ao longo do tempo, o amortecedor apresente alguns pontos para se atentar:

Problemas no amortecedor do carro

Vazamento de óleo

Com desgaste no uso, algumas rachaduras e rasgos podem ocorrer nas peças de borracha, como as válvulas que regulam a presença de óleo no equipamento.

Com isso, a função do amortecedor pode ser comprometida, especialmente porque ele depende do fluido para funcionar adequadamente. 

Quando isso ocorrer, você irá notar o efeito mola no veículo, pois ele começará a absorver os impactos de forma menos efetiva.

Direção desalinhada

Com a diminuição do contato com o chão, também é comum que você tenha mais dificuldade de dar direção ao veículo.

Isso ocorre devido a falhas, principalmente no sistema de suspensão, pois ele é responsável pelo melhor controle do veículo. 

Pneus mais desgastados

Com o excesso de impactos causados pelo efeito mola nas pistas, o desgaste dos pneus também pode ser resultado de uma má função do amortecedor.

Isso porque a direção desalinhada e os constantes impactos contra o chão acabam por serem absorvidos pelos pneus. Se você notar um desgaste considerável e frequente nas rodas, portanto, vale checar o estado do amortecedor de seu carro. 

A importância da manutenção do amortecedor

Uma função do amortecedor que possui extrema importância é a facilitação na hora de dar direção ao veículo. Por outro lado, quando o sistema não está funcionando bem, o motorista pode acabar perdendo o controle, sendo exposto à grandes riscos.

Além do balanço elevado do veículo, fazer curvas que possuem buracos ou outras instabilidades de terreno também é algo extremamente perigoso. 

Quando trocar o amortecedor

Por isso, especialmente em locais off-road, é fundamental deixar a manutenção em dia para evitar capotamentos e a perda de controle do veículo. 

Acesse o site da Off Limits e conheça todos os produtos que nós temos disponíveis

Conclusão

O amortecedor é uma peça de extrema importância no sistema de suspensão de um veículo. Sem ele, o motorista simplesmente se expõe a diversos riscos, especialmente em pistas molhadas, irregulares ou em curvas fechadas.

Manter a manutenção em dia não só garante uma performance muito maior do veículo, como também um nível de conforto e segurança mais alto. Mantenha-se sempre em dia com o amortecedor do seu carro!

Você pode se interessar também por: Carros Off-road: conheça os modelos mais famosos

Compartilhe esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *